Navegador Solitário

Com uma intensa e apaixonada relação com o mar, que começou desde bebé nas praias da Costa de Caparica, foi em Londres, aos 8 anos de idade, que Ricardo Diniz decidiu que um dia seria navegador solitário. Inspirado pelos feitos dos navegadores Portugueses, foi no Museu Marítimo de Greenwich em Londres que o jovem Ricardo se apaixonou pelo veleiro e pela história do Britânico Sir Francis Chichester, que fez a volta ao mundo à vela sozinho entre 1966 e 1967.

Hoje, Ricardo Diniz, já navegou o equivalente a quase 4 voltas ao mundo, e com esta nova expedição ao Brasil vai atingir o total de cerca de 115.000 milhas navegadas!