Algumas notas biográficas

Pai, navegador, empresário, orador, vegano, amante da natureza e dos animais, em especial gatos 🙂

Ricardo Diniz nasceu em Lisboa em 1977. Os fins de semana eram passados na Costa da Caparica na casa da Avó Adelaide e do Avô Emídio. Com apenas cinco anos juntou-se ao Pai, que trabalhava em Londres, A sua vida lá foi feliz mas não foi fácil, até porque, “…as saudades de Portugal eram imensas e dolorosas.”

Com 8 anos a família levou-o a Greenwich, num passeio de fim de semana. A ideia era mostrar-lhe a “Cutty Sark”, um navio que decadas antes ostentara a bandeira de Portugal. Mas o jovem Ricardo não ligou muito àquela embarcação, preferindo a “Gipsy Moth IV”, ali mesmo ao lado, um pequeno veleiro com quem essa lenda da vela, Sir Francis Chichester, realizou – sozinho a bordo – a volta ao mundo à vela sozinho nos anos 60. Com a curiosidade própria de uma criança, o Ricardo quis saber tudo sobre aquele homem e seu veleiro. Enquanto regressavam para casa, o Ricardo afirmou, firme, que “um dia também vou ser navegador solitário!”

Até hoje Ricardo Diniz já navegou o equivalente a quase quatro voltas ao mundo à vela, com mais de 100.000 milhas navegadas.
Fruto da sua rica criatividade, dedicação, espírito de sacrifício e capacidade de concretização, o Ricardo já desenvolveu inúmeras Expedições e Missões, confirmando a sua tremenda paixão pelo Mar e, acima de tudo, por Portugal. Todos os seus projectos têm como objectivo celebrar, promover e honrar algo de muito Português. Para mencionar alguns, em 2005, fez o Lisboa-Dakar à vela, ao mesmo tempo que o famoso rally, para reforçar a importância das energias renováveies e de como Portugal precisava investir mais nesta área. Em 2006, navegou entre Portimão e Londres com uma garrafa de Vinho do Porto (Taylor’s, obviamente) para oferecer à Rainha Isabel II, para sublinhar os seus 80 anos de vida, quando se assinalavam os 250 anos da criação da Região Demarcada do Douro e para celebrar a Aliançã Mais Antiga Da História. Em 2012 circum-navegou a Zona Económica Exclusiva de Portugal, a maior da Europa e uma das maiores do mundo, estando no mar 24 dias sem nunca ver terra, para chamar a atenção para o imenso potencial daquele Mar, tão Português. Mais recentemente, em 2014, navegou sozinho entre Lisboa a Salvador da Bahia num tributo à Selecção Nacional, presente no Mundial de Futebol, a quem ofertou uma Bandeira de Portugal e uma enorme garrafa de vidro feita na Marinha Grande e protegida por uma caixa coberta de azulejos pintados à mão. No seu interior estavam milhares de mensagens de apoio de Portugueses de todo o mundo, cada uma cuidadosamente impresa em papel de cortiça.

Em 2007 Ricardo Diniz foi nomeado, pela Comissão Europeia, Embaixador Europeu dos Oceanos.

Ricardo Diniz é ainda orador em palestras sobre superação, trabalho de equipa, vendas, estratégia e marketing, expressando-se em Português ou em Inglês (que domina na perfeição), em função do perfil da sua audiência. Já foi convidado para palestras em escolas, universidades e empresas um pouco por todo o mundo, nomeadamente em Portugal, Brasil, Espanha, Inglaterra, Angola, Hungria, Estados Unidos e Japão. É considerado um dos mais brilhantes oradores a nível mundial.

Quem o conhece, sabe que Ricardo Diniz é apenas um homem simples, com um grande coração e uma tremenda garra para continuar a seguir esta sua Missão, por vezes bastante dura, de promover Portugal no mundo.